Cartões pré-pagos de saúde e suas vantagens

A crise econômica em qualquer parte do mundo acaba sendo fator de transformação em diversos setores da economia, seja na indústria ou no comércio, uma vez que o desemprego cresce e o poder de consumo cai, novas oportunidades nascem e a criatividade é colocada em prática.

Não é diferente no setor da saúde. A crise financeira nos últimos anos no Brasil, levou  milhões de pessoas, empregadas ou não, a repensarem seus orçamentos domésticos, realizando cortes em muitas de suas despesas mensais, incluindo considerar se continuam pagando a mensalidade dos planos de saúde, cada vez mais cara no país.

A cada ano, centenas de milhares de pessoas deixam de pagar a mensalidade do plano de saúde e acabam ficando “descobertas” em ocasiões que dependem de um atendimento médico, restando-lhes recorrer ao atendimento público de saúde, o nosso tão conhecido SUS.

Diante a crise e este movimento de cenário, uma nova modalidade de negócio vem chamando a atenção, os cartões pré-pagos de saúde, que vem crescendo incríveis 300% ao ano.

A dinâmica é simples, o usuário do cartão paga uma mensalidade que gira em torno de R$ 20,00 para se manter ativo e faz uma recarga no cartão, sempre que precisar de algum atendimento. Neste modelo, existem vantagens tanto para o usuário quanto para o profissional de saúde, pois o valor pago por uma consulta ou procedimento laboratorial é bem menor que um valor pago no particular, e para o profissional de saúde, o valor acaba sendo maior que o valor pago pelo plano, gerando uma vantagem e economia para todos na equação.

O valor médio de uma consulta com o cartão pré-pago fica por volta dos R$ 80,00 dependendo da especialidade, valor bem menor que quando pago no “particular”.

Esta modalidade vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e cada vez mais adeptos, independente de classe ou situação social.

Empresas como o Cartão Vale Saúde Sempre e o Cartão Tem, ambos na capital paulista, vem apresentando ótimos resultados e a base de usuários ativos não para de crescer.

A máxima de que se vida lhe der um limão, faça dele uma limonada, é absolutamente verdadeira nesta situação, ou seja, a crise gerando oportunidades para todos os lados.

Até o próximo post!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s