Cresce o percentual de homens com diabetes no Brasil

Test For Diabetes
Dia 27 de junho é celebrado o Dia Nacional de Controle do Diabetes e, aproveitando a data, foi noticiado pelo Ministério da Saúde que o percentual de homens diagnosticados com a doença aumentou 54% entre 2006 e 2017.
Há 11 anos o percentual de diagnósticos de homens com diabetes era de 4,6%. O índice agora é de 7,1%. Para as mulheres, no mesmo período o aumento percentual foi de 28,5%.
A pesquisa, realizada pelo Vigitel, também destaca que o indicador de diabetes aumenta com a idade, sendo mais alarmante entre idosos com mais de 65 anos e pessoas com menor escolaridade (que frequentaram a escola por até 8 anos).
Entre 2010 e 2016 o diabetes levou a óbito 406.452 pessoas no Brasil, número que mostra um crescimento de 11,8% no período. A enfermidade é responsável por complicações cardiovasculares, diálise por insuficiência renal crônica e cirurgias para amputação de membros inferiores.
O diabetes pode ser evitado com hábitos de vida saudáveis, como a alimentação balanceada e prática de exercícios físicos.

 

 

Dia Mundial Sem Tabaco

Dia 31 é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco, uma data em que a OMS realiza campanhas informativas para alertar sobre os riscos que o cigarro causa.

E na campanha de ontem, a OMS tratou sobre uma questão alarmante: O cigarro mata 3 milhões de pessoas somente por doença cardiovascular a cada ano.

As pessoas erroneamente se preocupam “apenas” com câncer como doença provocada pelo consumo de cigarro e acaba passando despercebido a quantidade de doenças e problemas que o cigarro causa. A campanha deste ano visa justamente alertar para os outros riscos e até mais comuns que o consumo de cigarro provoca.

As principais doenças que a causa estão ligadas diretamente com o consumo do cigarro são o infarto e o AVC.

“Neste Dia Mundial Sem Tabaco, a OMS está chamando a atenção para o fato de que o tabaco não causa apenas câncer, mas literalmente quebra corações.” – Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS

Apesar da proporção de pessoas no mundo que consomem o cigarro ter diminuído 7% entre 2000 e 2016, há vários fatores a serem considerados quando se sai do panorama global: um deles é que o número de fumantes cresce em países de baixa renda. Outro ponto importante é que a população mundial cresceu, mantendo assim a quantidade de tabagistas.

Estamos falando de 1,1 bilhão de fumantes em risco potencial de desenvolverem doenças relacionadas ao cigarro, sendo anualmente responsável pela morte de  7 milhões de pessoas.

“A maioria das pessoas sabe que o uso do tabaco causa câncer e doenças pulmonares, mas muitos ainda não sabem que o tabaco também provoca doenças cardíacas e derrames – os principais assassinos do mundo” — Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Diante de um cenário tão alarmante e preocupante, resta-nos aconselharmos e procurarmos ajudar familiares e amigos que são fumantes e não conseguem largar a dependência, a encontrarem uma solução e compartilhar esses dados em busca de uma conscientização deste problema mundial.