O Padrão TISS

Em 2009 a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) elaborou a Resolução Normativa no. 190, estabelecendo a obrigatoriedade das Operadoras de saúde obterem um portal corporativo na Internet, que contenha todas as informações dos beneficiários, o Padrão TISS. *

TISS significa: Troca de Informações na Saúde Suplementar, e representa esse padrão obrigatório determinado pela ANS com o propósito de realizar trocas eletrônicas de dados referentes à saúde dos beneficiários de planos, entre os agentes da Saúde Suplementar.

O Padrão TISS foi elaborado a fim de padronizar os processos administrativos, incentivar as ações de avaliação e acompanhamento econômico, financeiro e assistencial das operadoras de planos privados de assistência à saúde e compor o RES (Registro Eletrônico de Saúde). Tem por diretriz a interoperabilidade entre os sistemas de informação em saúde preconizados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar e pelo Ministério da Saúde, e ainda a redução da assimetria de informações para os beneficiários de planos privados de assistência à saúde.

xTiss | CloudMed Tecnologia

Por esse motivo, a CloudMed Tecnologia percebeu a real necessidade de apoiar as Operadoras de Planos a validar a troca de arquivos no padrão TISS. Logo, criamos o XTISS, uma plataforma maravilhosa de validação online de arquivos estruturados em XML que deve seguir as regras de versões impostas pela ANS.

O XTISS recepciona, analisa e critica os arquivos de maneira a apontar possíveis inconsistências na estrutura e até no conteúdo dos dados informados através de integração com sistemas de gestão de planos de cada operadora. A plataforma também possui um módulo opcional de digitação de guias, para que o prestador informe os dados e gere seus próprios arquivos XML, que posteriormente serão validados direto no sistema.

A Operadora do plano de saúde disponibiliza um portal, que através de um acesso autenticado por login e senha, permite aos prestadores de serviço fazerem o upload e/ou a digitação dos arquivos XML, e para cada arquivo enviado, uma crítica completa é realizada, apontando quais campos no XML precisam ser corrigidos através das configurações definidas pela Operadora.

Além da garantia do cumprimento das exigências mais recentes da ANS, o XTISS ainda faz o detalhamento dos erros encontrados na validação dos XMLs, com mensagens coerentes e de fácil entendimento. E por se tratar de ambiente web, a validação dos arquivos pode ser feita em qualquer lugar do mundo, a qualquer hora do dia ou da noite.

Entre em contato com a CloudMed e saiba mais sobre o XTISS!
contato@cloudmed.io

* Vide: RESOLUÇÃO NORMATIVA – RN Nº 190, DE 30 DE ABRIL DE 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.